2022-06-14
NBR 13434 cancelada pela ABNT
A norma NBR 13434 de sinalização de emergência mudou. No final do ano de 2020, a NBR-13434 partes 1,2 e 3 da ABNT foi extinta. Em seu lugar, a ABNT lançou a norma NBR 16820:2020 - Sistema de sinalização de emergência - Projeto, requisitos e métodos de ensaio.
2022-06-14
NBR 13434 cancelada pela ABNT

A norma NBR 13434 de sinalização de emergência mudou. No final do ano de 2020, a NBR-13434 partes 1,2 e 3 da ABNT foi extinta. Em seu lugar, a ABNT lançou a norma NBR 16820:2020 - Sistema de sinalização de emergência - Projeto, requisitos e métodos de ensaio.

A nova norma nacional que refere à sinalização de emergência vem com algumas novidades com o intuito de reforçar o nível se segurança das edificações para o salvamento de vidas e proteção de patrimônios. Por isso, serão apresentadas algumas das principais novidades presentes nesta nova norma.

Principais novidades da nova norma NBR 16820 que substituiu a NBR 13434

Indicação de agente extintor

A nova norma trouxe novidades em relação à sinalização dos extintores, que agora

cumpre duas funções: Indicar para todos os usuários do ambiente a correta localização do extintor através da sinalização instalada ao nível superior da parede e informar qual é o agente extintor para a pessoa que irá utilizar o equipamento através da instalação de uma sinalização em uma altura ao nível intermediário.

A sinalização da classe do extintor é de suma importância para combater o incêndio. Há extintores de água, CO2, pó ABC, Pó BC, entre outros; e cada agente extintor é utilizado para combater um tipo específico de incêndio. O uso de um extintor com a classe inapropriada pode agravar um incêndio. O usuário não pode combater um princípio de incêndio em uma rede elétrica com um extintor de água, por exemplo.






Por este motivo, a sinalização do agente extintor precisa estar acessível para quem vai utilizar o extintor e está próximo a ele. Neste sentido, de acordo com a NBR-16820, esta sinalização é separada da sinalização de identificação do extintor, pois ela deve ser instalada ao nível intermediário, a uma altura de 1,20m a 1,60m do piso acabado até a base da sinalização, ou imediatamente acima do equipamento.

Sinalização de rota continuada ao nível do solo

Outra novidade que a norma trouxe é a sinalização de rota continuada ao nível do solo. Esta sinalização é projetada em uma faixa fotoluminescente contínua, que acompanha todo o caminho de saída do local. Ela deve ficar ao nível do solo, instalada entre 0,25m a 0,50m do piso acabado até a base da sinalização.

Além disso, devem ser utilizadas sinalizações de rota de saída, intercaladas nas linhas de encaminhamento, com intervalos de no máximo 3m, espaçadas entre si.

Segundo a nova norma NBR 16820, a sinalização de rota continuada é obrigatória em edificações com população circulante superior a 100 pessoas por pavimento ou em edificações com população total superior a 1.000 pessoas.

Em uma situação de incêndio, com fumaça e a falta de energia, a rota continuada fotoluminescente ao nível do solo, poderá ser a única opção visível.

Planos de fuga

O Plano de fuga é a representação gráfica do plano de emergência.Nele o usuário encontra as principais instruções para uma situação de emergência como:

  • O local onde o usuário encontra-se;
  • A planta do local com a indicação de todas as rotas de fuga e seus sentidos demarcados; e
  • A localização dos equipamentos de combate a incêndio e alarmes.

O plano de fuga contempla ainda informações adicionais como nome do empreendimento, número do pavimento, visão geral do estabelecimento e a legenda.

De acordo com a nova NBR 16820, o plano de fuga é um complemento obrigatório à sinalização de segurança básica. Ele deve estar fixado permanentemente:

  • Em cada pavimento, nos acessos a este;
  • Próximo a escadas e elevadores;
  • Em cada apartamento, em edifícios com unidades individuais;
  • Em áreas, salas que recebem público diversificado; e
  • Em junções, interseções presentes nas rotas de fuga.


As informações do Plano de fuga são importantes, tanto para os usuários que precisam abandonar o local rapidamente quanto para as equipes de resgate do Corpo de Bombeiros. Lembrando que a equipe de salvamento entrará em um local desconhecido e precisará ter fácil acesso a essas informações em vários momentos. Isso garante a eficiência no trabalho de resgate e a segurança da própria equipe. Dispor das principais informações necessárias para uma situação de emergência reunidas no plano de fuga é fundamental para minimizar as consequências de uma emergência.

Outras novidades da norma:

- Rotas de fuga acessíveis

De acordo com a Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência- Lei Nº 13.146, todas as edificações devem possuir espaços acessíveis para pessoas com deficiência. É fundamental que o estabelecimento tenha uma rota de saída acessível para PcD`s. A nova NBR 16820 elencou a importância do uso de placas para as saídas acessíveis em casos de emergências. Essas rotas são chamadas de saídas de emergência acessíveis.

As pessoas com deficiência precisam ter uma rota acessível e com uma sinalização específica. Em uma situação de emergência, onde cada segundo é importante, as pessoas com deficiência precisam ter a segurança de que o percurso da rota está realmente adequado para elas, além de ter acesso as instruções específicas quanto às particularidades para seu resgate.





- Elevador de emergência

Em casos de emergência, a primeira ação de segurança é o corte de energia elétrica. Isso significa que os elevadores param de funcionar. Porém, é necessário que a rota de fuga acessível seja projetada para facilitar o abandono das pessoas com deficiência.

Recomenda-se então a utilização de um gerador específico para o elevador de emergência, com o intuito de manter o elevador acessível em pleno funcionamento, no momento que será cortada a energia elétrica, em caso de emergências.




- Ponto de Encontro

A sinalização de emergência é essencial para guiar os ocupantes do espaço na rota de fuga. Após a saída da edificação, em alguns casos, se faz necessário a criação de um local onde todos possam se encontrar de forma segura.

A nova norma da ABNT traz a sinalização de ponto de encontro, onde as pessoas devem se reunir assim que saírem da edificação. O ponto de encontro é uma forma útil para garantir que as pessoas fiquem em um local seguro, na área externa, mesmo após o abandono da edificação.




- Sistemas de Segurança

Cada edificação possui suas particularidades quanto ao sistema de segurança existente. Em função disso, a sinalização modelo M1 prevista na nova NBR-16820 deverá ser elaborada com a identificação exata dos sistemas instalados em cada edificação.

Esta sinalização deve ser instalada na frente do estabelecimento, pois é uma forma de auxiliar o trabalho dos bombeiros e equipe de resgate. É uma forma de orientar quem for responsável pelo combate ao incêndio ou outro tipo de socorro.




- Lotação Máxima

Outra novidade que a nova norma trouxe foi a placa de lotação máxima. Esta sinalização é extremamente importante, principalmente para locais de maior concentração de público como casa de shows, teatros, casas noturnas, entre outros. O objetivo desta sinalização é garantir o acesso seguro da edificação de acordo com sua acomodação.


Saiba mais sobre a nova norma com a EverLux.

A Everlux sempre privilegiou o contato direto e personalizado com todos. Por isso, para melhor compreensão das mudanças na norma, ela criou um estande interativo online.

Nele os usuários podem passear virtualmente por um estande demonstrativo com uma experiência em 360º, onde poderá ver na prática como funcionam todas as sinalizações, com auxílio de um profissional técnico da Everlux, que irá explicar todos os detalhes e sanar todas as dúvidas.

Para isto, basta fazer a inscrição através deste link de forma gratuita. Após a inscrição, o profissional da Everlux entrará em contato para agendar a data e horário do Tour Digital. Inscreva-se!

2022-03-29
Everlux na Proteminas 2022
Entre os dias 05 e 07 de Abril, a Everlux estará presente na PROTEMINAS - Feira Mineira de Segurança.
2022-03-29
Everlux na Proteminas 2022

Entre os dias 05 e 07 de Abril, a Everlux estará presente na PROTEMINAS - Feira Mineira de Segurança.

Em nosso estande haverá diferentes soluções de sinalização de segurança fotoluminescente, desde sinalização de rota de fuga, sinalização dos equipamentos de combate à incendio e ainda muitas novidades que destacamos:

    • Principais Novidades da ABNT NBR-16820 – Nova norma de sinalização de emergência da ABNT;
    • Novo Catálogo Everlux – Lançamento do novo catálogo da Sinalização Everlux;
    • Everlux APP – Lançamento do Aplicativo Everlux para uso em Smartphones;
    • Everlux Project – Software de apoio ao projeto de sinalização de segurança;
    • Planos de Fuga Everlux – Em conformidade com a nova norma brasileira;
    • Everlux-LLL – Sistemas de sinalização ao nível do solo e
    • Excellence by Everlux – sinalização de alto padrão com design moderno e inovador.

Além disso, os visitantes poderão participar de uma série de palestras e treinamentos. A Proteminas contará com quatro arenas, que apresentarão durante os três dias as principais tecnologias e atitudes a serem adotadas para que haja sucesso na luta contra os acidentes, doenças do trabalho e na proteção contra incêndios.

Agende em seu calendário: Entre os dias 05 e 07 de Abril, das 14hs às 20hs - PROTEMINAS – Feira Mineira de Segurança, evento referência em Segurança e Proteção, que acontecerá no ExpoMinas em Belo Horizonte - MG.

Faça o seu credenciamento gratuito pelo site:www.proteminas.com.br

Contamos com a sua presença!

2021-11-19
Equipotel 2021: Visite-nos no Estande C31
Entre os dias 22 e 25 de novembro acontecerá a Equipotel 2021, o maior evento de hospitalidade da América Latina.
2021-11-19
Equipotel 2021: Visite-nos no Estande C31

Entre os dias 22 e 25 de novembro acontecerá a Equipotel 2021, o maior evento de hospitalidade da América Latina.

Em sua 58ª. edição, o evento ocorrerá respeitando rígidos protocolos internacionais de biossegurança desenvolvidos pela RX, promotora da feira, proporcionando a segurança necessária para todos os visitantes e expositores.

E é com grande satisfação que a Everlux anuncia a sua participação no evento (estande C31), onde contará com a presença da sua equipe para apresentação da Linha Excellence by Everlux – Sinalização para Ambientes Projetados.

Os visitantes terão a oportunidade de conhecer o sistema de sinalização que surge como elemento de harmonização entre a sinalização de segurança e o ambiente.

Serão mais de 250 marcas participantes, espalhadas nos 20 mil metros quadrados dos pavilhões da São Paulo Expo e o credenciamento já está disponível na página da Equipotel em www.equipotel.com.br.

2021-10-06
Sinalização ao Nível do Solo Conforme Diretrizes da ABNT NBR-16820

A norma da ABNT NBR-16820:2020 - Sistemas de sinalização de emergência - Projeto, requisitos e métodos de ensaio, publicada em 29/09/2020 e que que cancela as normas ABNT NBR 13434-1:2004, ABNT NBR 13434-2:2004, ABNT NBR 13434-3:2018, refere a sinalização ao nível do solo como parte integrante do sistema de sinalização de emergência, sendo obrigatoriamente em materiais fotoluminescentes.

Conforme disposto na NBR-16820, a sinalização de rota continuada deve ser utilizada em edificações com população circulante superior a 100 pessoas por pavimento ou em edificações com população total superior a 1.000 pessoas.

Ela é considerada parte do sistema de sinalização, constituída por sinais e marcações de segurança instaladas no pavimento ou a uma altura não superior a 0,50 m.

Segundo a norma, as placas de sinalização ao nível do solo devem ser instaladas em uma faixa de altura de 0,25 m a 0,50 m do piso acabado até a base da sinalização.


Exemplo de sinalização ao nível do solo


A sinalização de rota continuada de acordo com a população deve possuir propriedades fotoluminescentes que forneçam linhas visuais contínuas de forma a delimitar as rotas de saída, capaz de permitir a visualização dos seus limites laterais.

Além disso, devem ser utilizadas sinalizações de rota de saída intercaladas nas linhas de encaminhamento, com intervalos de no máximo 3m, espaçadas entre si.




Exemplo de aplicação de sinalização de rota de fuga ao nível do solo


Como opção para sinalização aplicada diretamente no solo, pode ser utilizada apenas setas indicando o sentido de fluxo.


Exemplo de aplicação de pictograma com setaindicando o sentido do fluxo aplicada no solo.


De acordo com a norma brasileira, em locais de percurso de rota de saída onde houver equipamentos de combate à incêndio, deverá haver a sinalização indicando os equipamentos na linha de rota continuada ao nível do solo.


Exemplo da sinalização dos equipamentos de combate à incêndio ao nível do solo


A Sinalização Low Location Lighting (LLL) Everlux é composta por perfis e sinais em PVC de 2mm de alta resistência para aplicação nas paredes e policarbonato fotoluminescente antiderrapante adesivo para aplicação no piso e degraus.

Esta sinalização LLL Everlux vai de encontro aos requisitos técnicos da norma da ABNT NBR-16820, assim como os da norma ISO-16069 SWGS - Sistemas de Encaminhamento em Rotas de Saída - que define os princípios gerais da sinalização ao nível do solo e é adotada por diversos países.

Para visualizar os modelos de sinalização de segurança nível do solo, acesse o Catálogo Everlux.
E para quem busca a conveniência para compras em casa ou em Home Office, a Everlux conta com a sua Loja Online com entrega para todo o país.


2021-09-13
Suporte Flexível para Sinalização Perpendicular à Parede
2021-09-13
Suporte Flexível para Sinalização Perpendicular à Parede

Uma das principais soluções em fixação da sinalização Everlux é a Tipo 2, sinalização de duas faces para aplicação perpendicular à parede. O sinal é apenas visível dos lados e não de frente.

Este sistema de fixação, também conhecido como sinal tipo bandeira, é muito utilizado para a sinalização das rotas de fuga ou identificação de equipamentos de combate à incêndio e alarmes quando instalados em corredores, pois proporciona a melhor visualização das informações nesta condição.



Entretanto, existem alguns corredores onde há um alto fluxo de empilhadeiras e movimentação de cargas, que acabam por esbarrar nos sinais Tipo 2, podendo ocasionar a deterioração dos seus suportes de fixação, danos nas empilhadeiras e até nos motoristas.

Além disso, há corredores que existem grande tráfego de pessoas e que em alguns casos, pode ocasionar a deterioração dos suportes de fixação dos sinais Tipo 2 em função de atos de vandalismo, ou mesmo o furto dos sinais.

Para estas situações deve ser selecionada uma solução adequada para estas exigências. E para suprir esta necessidade, a Everlux desenvolveu o suporte flexível para a sinalização perpendicular.

Imagem do sinal Tipo 2 com o Suporte Flexível


Este suporte possibilita a instalação de sinais do tipo 2 em qualquer local e permite a rotação de 180º (+90º e -90º) sem quebrá-lo.

Há um eixo de rotação flexível com uma elasticidade que permite que, depois de uma rotação, o sinal retorne para a sua posição inicial, por 1.000 vezes.




 

Demonstração da rotação de 180º.


 

Vantagens:

O suporte flexível foi desenvolvido especialmente para a instalação de sinais salientes em áreas de circulação de empilhadeiras e movimentação de cargas como armazéns, supermercados, fábricas, galpões, centros de distribuição, entre outros.

Por ser flexível, ele resiste a choques ou colisões motivadas por máquinas ou ações de vandalismo.



 

Este suporte flexível permite instalar sinais perpendiculares à parede até uma medida máxima de 400mm de largura.

 

Exemplo de aplicação na parede

 

O perfil flexível para instalação em teto pode ser aplicado em sinais com comprimento máximo de 400mm.



 

Exemplo de aplicação no teto


 

Para visualizar mais modelos de sinalização de segurança, acesse o Catálogo Everlux. Nele, você encontrará a linha completa de sinalização de segurança e soluções em fixação.

next page